Orientações de Segurança



orientações para EVITAR FURTOS E roubos AO SEU estabelecimento comercial

 


Uma das maiores preocupações dos lojistas é a violência urbana. O comércio costuma ser um alvo atraente para ladrões e é uma atividade suscetível a assaltos, roubos e furtos. Embora não exista uma fórmula mágica para deixar o seu estabelecimento 100% protegido da ação de delinquentes, há diversas formas de aumentar a segurança do seu comércio para evitar assaltos. Confira algumas orientações que ajudarão a reforçar a segurança do seu empreendimento.

 

Conheça os seus riscos

 

Você é quem melhor conhece o seu comércio. Portanto, o primeiro passo para evitar assaltos e roubos é avaliar criteriosamente as vulnerabilidades do seu estabelecimento para poder se prevenir. Para isso, é importante prestar atenção em cada detalhe que possa facilitar a ação criminosa, como, por exemplo, áreas sem monitoramento, prateleiras escondidas, itens leves, pequenos ou fáceis de esconder, áreas pouco iluminadas, e até a falta de estratégia no posicionamento de peças de valor. É importante manter os itens da loja expostos em áreas de fácil visualização, para que se perceba rapidamente caso algo seja retirado do lugar.

 

 

Cuidado com o caixa

 

Um dos principais passos de segurança para evitar assaltos e prejuízos no comércio é não guardar muito dinheiro no estabelecimento. Mantenha o caixa com valores mais baixos e guarde o restante no banco ou em cofres fora do estabelecimento comercial. Desta forma, além de proteger o seu patrimônio, você minimizará os prejuízos do seu estabelecimento no caso de uma ação criminosa.

  

Treine os seus funcionários

 

A sua equipe pode ser uma grande aliada na hora de prevenir assaltos no comércio. Combine uma maneira discreta de comunicar quando alguém perceber algum movimento estranho, para que todos fiquem mais atentos, é importante que o “código de segurança” da equipe não seja óbvio para não alertar o ladrão. Outra dica é sempre fazer contato visual e cumprimentar quem entra na loja, pois as pessoas mal-intencionadas gostam de agir de forma anônima e ficarão constrangidas por essa atitude.

 

 

Mantenha o controle do estoque em dia

 

Muitos dos roubos que acontecem no comércio demoram dias para serem descobertos. Para evitar essa situação, mantenha o controle do estoque sempre em dia e tente fazer a conferência dos itens no fim do dia. Assim, você vai perceber imediatamente quando algo estiver faltando.

 

 

Reforce a segurança

 

O comércio é vulnerável a roubos e assaltos, tanto durante o funcionamento como depois. Por isso, é imprescindível reforçar a segurança nas portas e janelas, usar cadeados e travas de segurança no estoque e investir em grades, correntes e cadeados para dificultar a ação de bandidos durante a noite, aos fins de semana e nos outros momentos em que a loja estiver vazia.

 

 

Invista em um Sistema de Monitoramento

 

A melhor maneira de coibir a ação criminosa – tanto durante o funcionamento do seu comércio quanto nos momentos em que as portas estiverem fechadas – é investir em um bom sistema de segurança, com alarme, câmeras e monitoramento ininterrupto. Essas ferramentas ajudam a intimidar as pessoas mal-intencionadas, pois o risco de ser identificado e pego é maior. Além de investir nestes equipamentos, não se esqueça de sinalizar colocando placas e avisos de segurança, que também contribuem para evitar assaltos e espantar os criminosos.  Além de investir no circuito de câmeras, é interessante contratar um serviço de segurança com monitoramento 24 h, com profissionais qualificados para monitorar o comércio o tempo todo e te alertar de qualquer situação anormal. Com essas dicas simples, você melhorará a segurança do seu estabelecimento, diminuindo as chances de assaltos, roubos e prejuízos. Você usa alguma dessas estratégias? Conhece outras formas de tornar a atividade comercial mais segura? Compartilhe com a gente!

 

Não estabeleça uma rotina para os seus serviços de banco

 

Para fins de organização e controle, é normal que estabelecimentos comerciais tenham datas e horários para fazer serviços de banco definidos. Isto pode se mostrar um erro gigantesco, uma vez que criminosos observam sua rotina, às vezes por meses, para encontrar o melhor momento de atacar.

Se você ou seus funcionários têm data e horário certos para realizar operações envolvendo grandes quantias de dinheiro, podem se tornar alvos fáceis. Os assaltantes podem te abordar na rua, burlando quaisquer medidas de segurança que seu estabelecimento venha a ter, e levar tudo que possui em questão de segundos. Como é importante manter a organização, você pode ter várias datas e horários estabelecidos para variar todo mês ou então realizar as idas ao banco em diversas viagens, diminuindo a quantidade de dinheiro transportada e alterando os horários de acordo com a necessidade.

 

 

 

Crie ou faça parte de uma rede de segurança

 

 Para manter seu estabelecimento seguro, você pode “trocar informações” com outros comerciantes locais, criando assim uma rede de segurança onde um zela pelo negócio do outro e reportam atividades suspeitas entre si. Se o seu bairro já conta com uma rede de segurança, não fique de fora. Quando as pessoas se unem pela segurança de um lugar comum, criminosos têm menos oportunidades e, portanto, se mantém afastados da região. Seguranças fazendo rondas noturnas são importantes nessa estratégia também, não deixando a região desprotegida por um segundo sequer.

 

 

Cuide de sua segurança pessoal

Todas essas dicas são excelentes para manter seu negócio a salvo de ladrões e outros malfeitores, mas você não pode se esquecer do bem mais valioso que tem: a sua vida. Como você provavelmente tem acesso a tudo na sua empresa, muitos podem ficar de olho na sua rotina pessoal para tentar surpreendê-lo em momentos de distração. Observe sempre seus arredores ao estacionar o carro, por exemplo, ou ao abrir os portões de sua residência. Se desconfiar de alguma atividade, continue andando e contate a polícia, a segurança do bairro e/ou a empresa que faz o monitoramento de seu negócio. Lembre-se de que o melhor ataque, quando se trata de segurança, é a prevenção.

 

Em caso de assaltos não reaja

A arma traz ao seu domo uma falsa sensação de segurança, pois na maioria das vezes as pessoas são surpreendidas, impossibilitando qualquer tipo de reação, e até mesmo pessoas treinadas e com a arma na cintura, às vezes são alvejadas ou mortas quando reagem a um assalto, por isso vale sempre orientação de  NUNCA REAJIR a um assalto, geralmente a vítima está em desvantagem e pode haver algum comparsa armado e escondido. Mantenha-se calmo, procure observar característica dos delinquentes e de veículos que estejam utilizando, e após a saída dos mesmos, ligue imediatamente para o fone 190 relatando o ocorrido, reportando as características observadas. 


Comerciário, a sua segurança é sempre importante, seja no trabalho, no seu deslocamento ou em casa,  assim encaminhamos algumas orientações para sua proteção, de sua família, e também do seu patrimônio.

 

 

Na residência

* Sistema de alarme é sempre eficaz. 
* Não deixar luz acessa durante o dia. 
* Um bom cão de guarda é sempre positivo.
* Atender à porta após identificação prévia. 
* Manter a porta da garagem sempre fechada. 
* Aguardar o fechamento de portões de comando eletrônico.
* Não aceitar a entrada de técnicos não solicitados.
* Ao sair ou retornar da residência, observe as proximidades e se constatar a presença de estranhos, não entre.
* À noite, deixe pelo menos uma lâmpada acessa na área de maior risco da residência (utilizar fotocélulas).
* Manter escadas e ferramentas em lugar seguro.
* Na perda das chaves, troque os segredos das fechaduras.
* Ao viajar, avise parentes ou vizinhos de confiança, para que esporadicamente verifiquem a residência e façam a coleta de correspondências.
* Oriente familiares e empregados para que não comentem com estranhos sobre os bens que a família possui tanto como seus hábitos.
* Não dê informações por telefone para pessoas desconhecidas.

No dia do pagamento

* Lembre-se: um alvo fácil é sempre mais procurado.
* Não comente sobre seu salário com pessoas de pouco convívio.
* Evite a conversa com pessoas estranhas dentro ou fora do banco.
* Nos dias de pagamento, adote medidas de segurança mais severas.
* Observe se alguém está seguindo-o.
* Se precisar transportar muito dinheiro, não ande sozinho, peça a companhia de parentes, amigos ou seguranças.

 No ônibus

* Ao pagar, procure levar o dinheiro trocado ou utilizar o vale transporte.
* Cuidado com objetos alvo dos punguistas como bolsas, carteiras, correntes, pulseiras, entre outros.
* Evite ficar junto à porta de embarque e de desembarque, pois é o local propício para a prática de punguistas.
* Mantenha a bolsa ou capanga na frente do corpo.
* Não carregue muito dinheiro, nem deixe a carteira no bolso de trás.

Em deslocamentos

* Ao notar que está sendo seguido, procure mudar várias vezes o lado da calçada. 
* Não carregue objetos de valor, grandes quantias de dinheiro ou cartões de crédito, se não houver necessidade.
* Evite lugares sem iluminação e com pouco movimento.

Em caixas eletrônicos

* Não revele sua senha para terceiros.
* Em caso de dificuldade, comunique-se com funcionários do banco.
* Observe atentamente as pessoas em atitudes suspeitas próximas ao local.
* Evite horários e locais de maior risco.
* Evite realizar saque de grandes quantias.

Seqüestro relâmpago

* Não reaja em nenhuma circunstância.
* Procure obedecer todas as exigências do bandido.
* Tente observar as características físicas, cicatrizes e marcas.
* Peça auxílio à Polícia assim que for libertado.

Nas escolas

* Trate o seu filho como amigo, demonstrando seu afeto e preocupação pelo seu desenvolvimento.
* Conheça os amigos de seu filho.
* Ensine as crianças a pedir auxilio à polícia (pessoalmente ou por telefone) ou às pessoas conhecidas, quando perceber estranhos em atitudes suspeitas ou que estejam molestando.
* Não aceitar balas, doces, presentes, ou brinquedos de pessoas desconhecidas.
* Oriente seus filhos para não desviarem do trajeto casa-escola-casa, sem prévio acordo.
* Evitar transitar utilizando jóias, tênis ou roupas caras.
* Oriente seus filhos para que se afastem de situações perigosas, tais como: armas, acidentes, aglomerações, discussões, etc.



As orientações  que aqui apresentamos reduzem bastante a probabilidade de que aconteçam crimes. No entanto, é importante lembrar que elas não devem ser únicas, mas devem compor uma cultura de prevenção. A partir do momento em que toda a comunidade participa na solução dos problemas de segurança, as ações da polícia passam a ser complementares e não exclusivas para ter a paz e a tranquilidade que todos queremos.